- Projeto “Colorindo Espaços”,
pintor e escultor Britto Velho;

“Em fase de Captação”

O Projeto

O projeto Colorindo Espaços tem por objetivo instalar cinco esculturas monumentais do artista plástico Carlos de Britto Velho. Serão obras recentes e executadas especificamente para o projeto, para serem colocadas, de forma permanente, em espaços públicos (praça, jardim ou parque) de cinco cidades do Rio Grande do Sul.

 

 


Com este projeto pretendemos:

- Propiciar o convívio de comunidades do interior do estado com a arte contemporânea, por meio de um trabalho sério, competente e repleto de cor e poesia, que se constitui a obra de Carlos de Britto Velho;

- Contribuir para o desenvolvimento e difusão da arte e da cultura no estado do Rio Grande do Sul, em especial com a instalação de trabalhos de arte pública atual, produção esta praticamente inexistente nos espaços públicos do interior do Rio Grande do Sul;

- Oferecer aos empresários gaúchos a opção de investimento em projeto cultural de sua região;

- Contribuir no processo de pesquisa e discussão das artes.


A Justificativa:

O projeto se justifica pela necessidade de maior divulgação da arte contemporânea e respectivamente os seus valores - em espaços de circulação de público. Esta é uma tendência mundial que chegou ao Brasil na década de 1970, mas que, infelizmente, por falta de iniciativa de empreendedores, não chegou ao interior do estado do Rio Grande do Sul, embora esta temática tenha se institucionalizado no espaço urbano da capital gaúcha.

A opção pela obra do artista plástico Carlos de Britto Velho faz com que os trabalhos a serem instalados lidem com a questão da inserção da cor na paisagem, e a presença dos já amplamente conhecidos personagens do imaginário do artista, o qual é conhecido como Realismo Mágico ou Fantástico, será um fator para maior humanização do espaço público, por meio da presença dessas obras de arte monumentais.

Acreditamos que as obras de Britto Velho, com suas cores, formas e inquietação plástica, levarão uma visão atual e esclarecedora sobre a cena da arte contemporânea a essas cinco comunidades escolhidas. Ao sensibilizarmos meios de informação local, tais como escolas, jornais etc., pretendemos levar a arte para uma discussão formativa elevando o nível cultural de toda comunidade. Neste sentido, paralelamente à instalação destas obras no espaço publico, estão previstos eventos de inauguração, exposição individual do artista, lançamento de catálogos, palestras e similares.

Estratégias de ação:

- Elaboração de estudos e maquetes das obras a serem instaladas;
- Estudos de material, acabamento das peças e forma de fixação das mesmas;
- Apresentação do projeto a comunidades e autoridades de cidades gaúchas;
- Estudo de locais para a instalação das obras;
- Escolha das obras a serem instaladas, em conjunto com a curadoria e artista;
- Elaboração de texto crítico (curador) para o material de divulgação, livro/catálogo, etc.;
- Escolha de locais e aspectos da instalação dos trabalhos em conjunto com o artista, curadoria, autoridades públicas e outros profissionais;
- Definição dos locais, programação de inauguração e eventos de divulgação;
- Inauguração das peças.